sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Exposição "Cadeiras Também Andam", no Cine Sesi Pajuçara



A CADEIRA talvez seja o ícone mais enigmático de um ambiente. Remete conforto e intimidade. É companheira em vários momentos e marca sua personalidade onde quer que seja vista. No nosso quarto ela serve de apoio para as roupas sujas ou aquelas que ainda vamos usar; no trabalho ou na escola é o nosso cálcio; é solidária a nossa impaciência na sala de espera do consultório médico; é a nossa terceira perna durante a sexta-feira à noite, no barzinho entre os amigos; é a confidente de um romance quando comporta o casal sobre suas quatro pernas de "Namoradeira"...

Nós, estudantes do primeiro período do Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores, do CEFET-AL, enxergamos a CADEIRA como um ser (talvez inanimado) que é testemunha de um cotidiano aparentemente banal, mas que se confunde entre as relações interpessoais, as intimistas e até mesmo as espirituais.


Texto que escrevi para a apresentação da exposição. Assinam a mostra: Aline Beatriz, Aline Lemos, Camilla Peixoto, Daniela Moreira, Ellida Gomes, Emily Silva, Fernanda Cavalcante, Hedhylliana Rodrigues, Larissa Morais, Mônica Xavier, Natasha Poliny, Teresa Cristina, Tuira Maia e Viviane Vasconcelos.

A exposição "Cadeiras Também Andam" permanece até o dia 20 de dezembro no hall do Cine Sesi Pajuçara.

Um comentário:

Janine disse...

mininu! tu certinho?saudades! bjus bjus bjus