quinta-feira, 26 de junho de 2008

sONAMBULISMO


São 3h15min da madrugada
ela despertou...tic tac
seu tempo é precioso
não deixa morrer a flor do meio-dia
se morrer, ela não mais vive
A flor não mais vive


Divide-se em outras
que buscam ser a verdadeira
as outras cópias vagam como sonâmbulas
Ah! se seus amigos tivessem seu precioso tempo
Suas cópias não nos serve
mas nos distraem enquanto a lady não vem


Ela, agora a verdadeira, chegou
tudo parou:
as flores do meio-dia;
os livros da estante;
os Johnny's.
As cópias agora se conformam
precisam voltar para o seu lugar
afinal
Ela chegou!

Esse poeminha foi feito a pedido de uma grande amiga, Any, e inspirado nela.




Um comentário:

Anyelle disse...

ok!titia any veio comentar no pequeno escurinho milimetrico!olha soh que privilegio não sou uma copia!
eheheheheh
Ben de Hur adorei meu poeminha e eh um privilegio ter um amigo tão talentos quanto você meu anjinho!
adoro seus poemas, porem nem preciso dizer que SONAMBULISMO eh meu Johnny!
beijocas!